Bumper Ads: o Brasil está entre os melhores do mundo! Sua empresa já está pensando nisso?

Tempo de Leitura: 4 minutes

Como você sabe, hoje em dia, ninguém mais tem muito tempo sobrando. Se você chegar ao final desse texto, considere-se até privilegiado! A necessidade de um formato conciso de informações e conteúdo na Internet não é uma novidade. Em 2007, inclusive, sexta geração de iPod Nano, a Wired já analisava a Snack Culture. Avance para 2016, e o que você tem? Bumper Ads no YouTube!

Mas, ei, o que são Bumper Ads? Por que seu sucesso no Brasil? Você tem tempo para ler tudo? Não pule esse conteúdo para ver outra coisa e confira!

O que são Bumper Ads?

Bumper Ads é um formato de propaganda no YouTube. Em seis segundos, antes de reproduzir um vídeo, você tem uma marca com o objetivo de te impactar.

Parece pouco tempo, mas é mais do que o suficiente. Com estratégia, é mais do que possível aproveitar esse tempo curto. Como? Continue acompanhando!

Como Bumper Ads trazem resultados?

O meio é a mensagem, como afirmava Marshal McLuhan. Conhece, não? Não? Google it. Não há tempo a perder! Bumper Ads trazem resultados por muitos motivos. A base deles, com certeza, é essa. Adequar-se ao meio significa que a sua marca tem um poder de impacto maior.

Quão maior? O suficiente para gerar resultados. Resultados de alta performance. Performance determinada pelas métricas. Métricas valiosas como click-throughs, visitas orgânicas e o valor do conteúdo que vem depois.

Como assim, “depois”? Depois do vídeo do YouTuber, claro! YouTubers com uma audiência gigantesca como Whindersson Nunes. Imagina um tráfego desses para a sua marca! Não imagine, confira! Duas campanhas brasileiras. Casas Bahia e Club Social. Seis segundos. Top 20 nos Bumper Ads. Oportunidade. Mensagem rápida.

Para tudo!

Há o senso de urgência, certo? Comum no varejo. Mensagem rápida, alto impacto. “Aproveite agora”. “Só até amanhã”.

Para tudo!

Casas Bahia. Quer estratégia de branding mais alinhada ao formato de Bumper Ads? Quer pagar quanto? No caso das Casas Bahia, paga o que puder complementar o material mais longo da campanha. Deu muito retorno. Bumper Ads tem pouco tempo. Qual oferta mais atrativa possível em tudo? Smart TV da LG? Perfeito. Por R$2.499,00. Fim do Bumper Ad.

“Quando a fome bate…”

“… Club Social. Inconfundível”. Outra marca muito bem alinhada a Bumper Ads. Não é surpresa ter esses dois no topo. Ou muita coincidência.

Não que outras marcas não possam se destacar, claro. Mas, junte as peças. YouTube. Estimativa de tráfego em smartphones até 2021? 90%. Club Social? Consumo rápido. De preferência, enquanto se vê YouTube.

Vídeos curtos. Entretenimento rápido. Lanche idem. Uma teoria só. Mas faz sentido, não? Não é teoria da conspiração. Boa análise de dados geram bons Bumper Ads. Também gera uma marca inconfundível.

Você não pode pular esse anúncio, ele já passou

Anúncios no YouTube têm diferentes formatos. Bumper Ads, no caso, são anúncios in-stream. In-Stream é a categoria de vídeos que passam antes do conteúdo. É um formato amigável para quem começa. 72% desses vídeos são vistos até o fim.

Um Bumper Ad, óbvio, não pode ser pulado pelo usuário. Seis segundos. O tempo é curto, o conteúdo é compacto, mas há limites!

Ah, sim. Revolucionários que usam adblocker: aproveitem. Afinal, o YouTube ainda pode ser bloqueado. Pelo menos em navegadores. Mas essa tendência já mudou. O seu tempo vale quanto? Cinco segundos de anúncio ou o tempo de download do adblocker? Não importa, a mensagem já foi passada.

Na correria

O varejo é veloz. Bumper Ads fazem sentido. Segmento de lanches rápidos. Bumper Ads fazem sentido. Mas fica uma pergunta: ele cabe em tudo? Já pensou nisso?

Talvez a marca não seja veloz. Ou o produto. Ou o serviço. Mas como já dito, ninguém tem mais muito tempo. Seu público-alvo precisa ser impactado agora. O poder do alto impacto deve caber nesse tempo.

E seu tempo, como está? Investindo na sua marca? Suas campanhas convertem? Qual é o tempo de seu público? Eles podem parar? Considere o Bumper Ads em sua campanha. Ou não. Talvez dê tempo. Talvez um conteúdo em vídeo maior seja a resposta. Você deveria saber. Sua estratégia de branding, como vai?

É só isso mesmo. Esse é o final do texto. Desculpa se tomou muito tempo! Acompanhe o blog da CAPME 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *