Como utilizar o conceito de micromoments na sua estratégia de branding

Tempo de Leitura: 5 minutes

Um dia você provavelmente precisou lembrar do nome daquela atriz que fez par com aquele garoto do filme do Tarantino. Ou então precisou achar uma padaria aberta próxima ao seu bairro para um lanchinho. Em todos esses casos, seu aparelho de escolha (smartphone Android, iPhone, laptop da Dell…) conectado ao 3G, 4G ou Wi-Fi estava lá para te ajudar.

Parece algo bem comum, não? Bem-vindo ao conceito de micromoments!

Micromoments acontecem quando você precisa tomar uma decisão. Essa decisão pode ser aprender sobre algo, planejar alguma coisa, descobrir mais sobre determinado assunto e, claro, realizar uma compra.

Compreender e contextualizar os micromoments em sua estratégia de branding pode ser crucial para fazer sua marca ser útil e relevante para essa jornada. Sua marca é o primeiro lugar onde seu público busca esses micromoments? Gostaria de saber mais como isso pode ser possível? Check it out!

Micromoments é o conselho amigo que todos precisam

O mundo hoje é repleto de escolhas. Cada escolha, uma ou mais perdas. Por isso, quando seu cliente está pensando o que comprar ou qual marca escolher, é comum que ele peça ajuda de figuras de confiança. Afinal, qualquer opção não escolhida terá um impacto no resultado final.

O mobile mudou muito a forma que o consumidor prioriza decisões e conselhos. Como o acesso à informação é ilimitado, não existe mais nada que não seja digno de uma busca rápida. Hoje, seu público define sua prioridade principal de decisão e conselho amigo no momento em que ele destrava seu smartphone.

Considerando esse cenário, é importante se perguntar: sua estratégia de branding está tendo uma boa influência nesse comportamento de compra? Afinal de contas, sua marca é boa conselheira de si própria?

“Quando eu estou aqui, eu vivo esse micromomento lindo”

Hoje os padrões de qualidade subiram, independentemente do produto ou serviço. Sim, até mesmo sobre as coisas que talvez você não dê tanta importância no dia a dia! Isso ocorre porque, quando um consumidor chega em uma marca, é porque ele procura pelo melhor. Dados do próprio Google apontam que o termo “best” (“melhor”) teve crescimento de mais de 80% em relação a dois anos atrás.

Micromoments buscam a excelência. Antigamente, a procura pelo melhor envolvia saber a opinião de especialistas, ir de loja em loja comparando produtos. Hoje, não importa se é um apartamento ou um desodorante: você busca sempre o melhor.

Seu branding é a resposta para o melhor que o cliente busca? Micromoments provam que não existem produtos genéricos, mas sim marcas genéricas.

“Procurando algo específico?”

Os vendedores de loja física não têm culpa disso, mas os micromoments superam qualquer opção que esse “algo específico” pode atender. Isso acontece pois o comportamento de busca por recomendações explora cada vez mais variáveis.

Com micromoments sendo uma realidade, o que um consumidor deseja saber ou comprar pode ser totalmente diferente do que outra pessoa buscaria. A categoria é ditada de acordo com características específicas do produto, mas às vezes também é uma busca alinhada com um estilo de vida.

Buscas por “cadeira ergonômica” e “cadeira gamer”, por exemplo, podem direcionar uma pessoa ao mesmo produto. A forma como sua marca se posiciona é que fará a diferença para impulsionar a concretização de uma compra.

Para sua estratégia de branding, isso pode indicar que há uma oportunidade de diferenciação a ser explorada. Aproveite o conceito de micromoments a favor de sua estratégia. Descubra o que as pessoas estão buscando quando pesquisam sua categoria de negócio ou produto. Até onde vai a variedade e especificidade de assuntos que elas gostariam de saber?

Review e unboxing também são resultados de micromoments

Embora os micromoments possam dar a entender que ninguém mais pede conselhos para ninguém, na prática ocorre exatamente o contrário. Conteúdo sobre um produto ou serviço é cada vez mais valioso e procurado hoje em dia – 95% dos participantes de uma pesquisa afirmaram que preferem comprar de marcas que fornecem conteúdo durante seu processo de compras.

Por isso, uma experiência em primeira mão sempre continuará sendo o direcionamento das tomadas de decisão do consumidor. Inclusive dos produtos ruins!

Nos últimos dois anos, a busca mobile por resenhas e análises de produtos cresceu 35%. Isso é notado especialmente com conteúdos em vídeo. Apenas juntando o tempo de todo vídeo com “review” no nome que existe no YouTube você tem mais de 50.000 anos de conteúdo para assistir!

Só para fechar com um exemplo, existe resenha até para desodorante no YouTube. Sim, pode procurar! Mais de 100.000 visualizações. Nada mal para seu público. Qual é a sua desculpa para não agregar uma experiência em primeira mão à sua estratégia de branding?

Seja conselheira e marca forte

O universo mobile é uma realidade no dia a dia de seu público. Os micromoments mostram que as pessoas buscam por experiências e informações cada vez mais específicas sobre o melhor e mais relevante possível. Sua estratégia de branding deve considerar a importância para a marca de ações de conteúdo e qualificação de consumidores.

Afinal de contas, se é de pequenos momentos que a vida é feita, é com os micromoments que a sua marca pode se desenvolver.

E então, pronto para utilizar micromoments em sua estratégia de branding? Deixe sua mensagem nos comentários e até a próxima!

O que é Branding?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *