Modelo de negócio: os 4 pilares que o seu branding deve considerar

Tempo de Leitura: 4 minutes

Imagine que você está construindo uma pirâmide com peças de dominó. Cada peça precisa ser colocada com cuidado e precisão. De repente, uma pequena pecinha colocada de maneira errada derruba a estrutura inteira. Agora imagine que nessa pecinha estava escrito modelo de negócio e branding.

Ok, parece uma metáfora forçada demais, mas ela faz sentido! Tim Ferriss, escritor e investidor anjo de destaque no Vale do Silício, fala dessa peça ao abordar prioridades. Em sua alusão, ele compara as tarefas a peças de dominó. Dentre elas, há o dominó principal. Esse dominó é responsável por facilitar o resto de seu processo. Ou até mesmo eliminar outras etapas!

O modelo de negócio de seu branding, no caso, é o dominó principal de sua estratégia. Portanto, é preciso saber como produzir a peça ideal para fazer com que essa sua pirâmide de dominó não desmorone! Quer saber como? Confira, a seguir, os 5 pilares que definem seu modelo de negócio.

1. Canais de Marketing

Para uma estratégia de branding, seus canais de marketing são equivalentes à voz de sua empresa. É por meio dos canais que pessoas são atraídas e são qualificadas para a proposta de sua marca. Esses canais só funcionam, claro, se o seu cliente ideal os utiliza.

Embora canais digitais como social media acabem sendo o primeiro pensamento de muitas empresas hoje, é preciso ir além. Invista em ferramentas que monitorem os clientes mais qualificados e com maior chance de fechar negócio com sua empresa. Dessa forma, marcar presença nos canais certos torna-se um resultado natural.

2. Canais de distribuição

Mesmo empresas totalmente digitais que oferecem serviços por meio da rede precisam valorizar a distribuição em algum ponto. Afinal, mesmo que você não tenha um produto físico que precisa chegar na residência de seu consumidor, esse canal existe! Se não é uma rota de logística, é o servidor de sua empresa, ou a empresa responsável pela sua infraestrutura.

O modelo de negócio do seu branding é afetado diretamente pela forma com que o canal de distribuição é administrado. Se no marketing sua gestão de marca tem a voz, é na distribuição que você tem as pernas e os braços. As mecânicas de sua distribuição estão ligadas a seu processo de vendas e implementação? Como seu cliente enxerga essa distribuição? Articule-se!

3. Ciclo de vendas

Segmentos de indústria têm o seu modelo de negócio pensado com base em seu ciclo de vendas. Pessoas comumente compram um lanche de padaria sem nem pensar. Já seguros de vida são uma decisão metódica e com um peso muito maior. Entender o ciclo de vida de seu modelo de negócios torna possível prever seu fluxo de vendas.

O tamanho do ciclo de vendas, em seu branding, é a face de sua empresa. Portanto, saber como seu cliente está comprando seu produto permite que você mostre sua marca da melhor forma possível.

4. Valor de Tempo de Vida do Cliente (Lifetime Value)

O valor de investimento feito por seu cliente pode ser mensurado. Essa métrica é chamada LTV (Lifetime Value). A partir dessa métrica, é possível saber quanto seu cliente gasta para consumir seu produto ou serviço em todo o ciclo de vendas.

Calcular essa métrica com precisão é crucial para um modelo de negócio se sustentar no longo prazo. Seu branding, como a peça de dominó principal que é, irá determinar o tamanho desse valor.

Quando seu cliente realiza uma compra, qual é o incentivo para que ele volte? O que falta no seu modelo de negócio para valorizar seu cliente? E para fazer com que ele invista em sua marca no longo prazo?

Analisar o comportamento de seus clientes faz com que sua empresa possa investir com maior assertividade no cliente ideal. Consequentemente, seu custo de aquisição é potencializado.

Tudo começa com seu branding

Voltando à pirâmide de dominó, o branding é uma das metades da peça principal. Quando sua empresa consegue estabelecer a marca (ou a proposta de valor), o modelo de negócios consegue ficar em pé (que, no caso, é como esse valor será entregue a seu cliente).

O foco nesses pontos são a base de como sua empresa age. A forma como seu cliente vê e interage com sua marca está nesses pilares. Trabalhá-los da maneira adequada é o que faz sua entrega se destacar no mercado e suas vendas crescerem.

Seu modelo de negócios está pronto para isso? Compartilhe suas dúvidas e dores nos comentários. Até a próxima!

O que é Branding?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *